Volte ao SPIN


domingo, 18 de janeiro de 2009

A morte

A princípio mostrou-se oculta

Trajando uma roupa negra

O rosto oculto feito orixá

Em seguida tudo aquilo mudou

E vi que a morte, apesar das aparências, possuía mil olhos

Olhos em todo o corpo

Roupa constelação de olhos

Estrelas no céu

Seus olhos cintilavam feito brilhante

Ou céu estrelado

Ou vagalumes na escuridão da noite

Nenhum comentário: